África do Sul sede do Parlamento Panafricano

Addis Abeba- Etiópia (PANA) -- A sede da União Africana (UA) vai manter-se na etiópia enquanto a África do Sul albergará o Parlamento Panafricano, conforme decidido na III Cimeira da UA encerrada quinta- feira, em Addis Abeba.
A decisão seguiu-se à desistência da Líbia e do Egipto que retiraram as suas candidaturas.
Fontes próximas da conferência disseram à PANA que a Líbia, cujo líder esteve ausente da reunião de Addis Abeba pela primeira vez em cinco anos, enviou um documento datado de 27 de Maio de 2004 intitulado "Nota explanatória sobre a transferência da Comissão da União Africana".
No documento, Tripoli explica que "as sedes da Comissão e da União não têm necessariamente que estarem ligadas" e prometeu "colocar o Complexo Ouagadougou, na cidade de Syrte e os seus anexos à disposição da Comissão".
Mas, terá eventualmente mudado de ideia.
     O Egipto ter-se-á retirado da corrida aparentemente para deixar o caminho livre para a África do Sul já que aquele era o único concorrente para albergar a sede do primeiro Parlamento continental.
A próxima cimeira da União Africana terá lugar em Cartum, no Sudão, que anunciou, há cinco anos, a sua vontade de receber a grande família africana.

08 Julho 2004 20:52:00




xhtml CSS