África do Sul comemora terceiro aniversário da morte de Mandela

Cidade do Cabo, África do Sul (PANA) – A África do Sul comemora esta segunda-feira o terceiro aniversário da morte de Nelson Mandela, estadista de estatura mundial, que desempenhou um papel chave no fim do apartheid a 30 de junho de 1991.

Primeiro Presidente negro democraticamente eleito deste país, de 10 de maio de 1994 a 13 de maio de 2008, em Mandela morreu em 2013, aos 95 anos, na sua casa de Joanesburgo, segunda cidade sul-africana.

Um comunicado divulgado pela Presidência exortou todos os Sul-africanos a unirem-se, amando-se e respeitando-se mutuamente.

«Assumamos novamente o compromisso de nos unir e trabalhar juntos para construirmos o nosso país, independentemente das nossas diferenças políticas », declarou nomeadamente Jacob Zuma, o chefe de Estado, citado na nota.

Sublinhou que, mesmo se muito foi feito para construirmos um país realmente unido, não racial, não sexista, mas democrático e próspero, « o caminho a percorrer continua longo e cheio de obstáculos ».

Como anunciado antecedentemente, um dos sonhos do laureado do Prémio Nobel (Mandela), em 2003, tornou-se numa realidade na semana finda com a abertura dum hospital pediátrico batizado com o nome de Nelson Mandela em Joanesburgo.

-0- PANA CU/MA/AKA/JSG/IBA/MAR/DD 06dez2016

06 décembre 2016 09:11:07




xhtml CSS