África do Sul acolhe reunião sobre racismo

Cidade do Cabo, África do Sul (PANA) - O Presidente sul-africano, Jacob Zuma, o seu antecessor, Thabo Mbeki, e o seu antigo Vice-Presidente, Kgalema Motlanthe, fazem parte dum grupo de personalidades que vão exprimir-se durante uma reunião histórica sobre o racismo organizada esta quinta-feira pelo Global Watch em Joanesburgo.

As Fundações Tokyo Sexwale e Nelson Mandela são as anfitriãs deste evento em coordenação com o Doha Goals Forum.

Entre as personalidades que devem participar neste encontro - cujo objetivo é eliminar o racismo no desporto em todo o mundo - figuram o antigo atacante do Liverpool (Inglaterra) John Barnes, o célebre jogador de râguebi François Pienaar e o vice-presidente da FIFA, Jacques Anouna.

Durante décadas, a questão do racismo no desporto teve um impacto maior na África do Sul, que era boicotada pelas equipas internacionais durante o regime do apartheid.

Depois da readmissão das equipas desportivas sul-africanas pela comunidade internacional, o desporto desempenhou um papel unificador importante entre as raças na nação arco-íris, nomeadamente quando o Presidente Nelson Mandela apoiou a seleção de râguebi, antes dominada pelos brancos, durante o Mundial de 1995 organizado na África do Sul.

-0-  PANA CU/SEG/NFB/JSG/MAR/TON  20nov2014

20 novembre 2014 15:28:41




xhtml CSS