África adota no Togo plano de ações para desenvolvimento e segurança do frete aéreo

Lomé, Togo (PANA)   - Um plano de ações para o desenvolvimento e segurança do frete aéreo em África foi adotado no termo do fórum organizado de 5 a 7 de agosto corrente em Lomé, capital togolesa, pela Organização da Aviação Civil Internacional (OACI),  constatou a PANA no local.

O fórum recomendou, entre outros, a instalação de infraestruturas de qualidade, o desenvolvimento e a aplicação de regras de concorrência equitativas, a necessidade de as companhias aéreas africanas fazerem alianças para serem mais fortes, a criação duma companhia aérea comum, a ratificação e a aplicação pelos Estados da Declaração de Yamoussoukro relativa à liberalização do acesso aos mercados do transporte aéreo em África.

Ele insistiu igualmente na intensificação e no reforço dos meios disponibilizados em matéria de segurança do transporte aéreo a fim de reduzir a taxa de acidentes no continente.

Os 28 delegados que representaram 23 países africanos, 11 organizações regionais  e internacionais e 39 entidades privadas refletiram, por outro lado, sobre os meios de desenvolver em África o frete aéreo, em termos de volume e de segurança  com vista a impulsionar a economia do setor do transporte aéreo no continente.

No termo da reunião, o diretor da Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC-Togo),  coronel Dokissime Gnama Latta, foi eleito presidente do Comité de Acompanhamento do Plano de Ações de Lomé.

Os participantes voltam a reunir-se em 2016 em Addis Abeba na Etiópia, um  dos países que participam ativamente no desenvolvimento do transporte aéreo em África.

-0- PANA FAA/JSG/SOC/FK/IZ  10ago2014

10 Agosto 2014 10:29:39




xhtml CSS